Vamos Gritar juntos contra o Cancro do Pulmão.

#GRITARAPLENOSPULMÕES

A OMS indica que o cancro de pulmão é o principal responsável por morte por cancro em o mundo com aproximadamente 1.76 milhões em 201813. A principal causa do cancro do pulmão é o tabaco14 com aproximadamente um 90% dos casos surge são em fumadores15.

Em Portugal existe uma elevada taxa de fumadores o que influencia o aparecimento da doença. O relatório “Portugal: Prevenção e Controlo do Tabagismo 2017”, apresentado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), revela que a prevalência de consumidores diários ou quase diários de tabaco são de o 94% em 201716 . Além disso, há cada vez menos homens e cada vez mais mulheres a fumar em Portugal17 .

#GRITARAPLENOSPULMÕES

Desenvolvida para assinalar o Mês do Cancro do Pulmão, novembro, a campanha vai decorrer de 22 a 30 de novembro. Vamos desafiar os portugueses para que, gritando a plenos pulmões, demonstrem a sua saúde respiratória.

GRITARAPLENOSPULMÕES

Gritar a Plenos Pulmões é uma iniciativa da Bristol-Myers Squibb e da Pulmonale com o apoio das Infraestrutura de Portugal. O principal objetivo é alertar os portugueses para o Cancro do Pulmão, através de uma campanha de sensibilização.

Durante a nossa vida gritamos por diferentes razões. Agora pedimos que grite pelo Cancro do Pulmão, o cancro que mais mortes causa em Portugal (4200 novos casos/ano)18 . Vamos todos gritar contra o Cancro do Pulmão

Partilhe o seu através de um dos mais de 50 ecrãs digitais da rede TOMI espalhados por Lisboa, Viseu, Figueira da Voz e Porto (junto ao Porto Welcome Center).

Mapa ecrãs

Cancro de Pulmão

O que é?

O cancro do pulmão é o cancro mais frequente no Mundo1 e começa como uma mutação no ADN de uma célula.

É caracterizado especificamente por o crescimento descontrolado de células anormais nos pulmões provocando tumores. As células podem afastar-se do tumor original e começar a crescer em outras partes do corpo. Este processo é chamado metástase e os novos locais mais distantes são referidos como metástases2.

Principais sintomas e sinais de alarme:

Tosse persistente Expetoração com sange

Os sinais e sintomas do cancro do pulmão podem levar anos para se desenvolver-se9, É por este motivo que o cancro do pulmão é diagnosticado habitualmente numa fase tardia10. Mesmo assim, os principais sintomas incluem11:

  • Tosse persistente
  • Falta de ar
  • Dor torácica
  • Catarro com sangue
  • Infeção respiratória regular
  • Rouquidão
  • Fadiga
  • Emagrecimento inexplicado
  • Dor de cabeça
  • Doença Crónica
  • Hemorragias
  • Coágulos de sangue

Fatores de Risco

A principal causa do cancro do pulmão é o tabaco3. Aproximadamente um 90% dos casos surge são em fumadores 4.

Esta associação deve-se ao facto de o fumo do tabaco possuir perto de 5 000 substâncias, muitas das quais são conhecidos carcinogéneos (substâncias capazes de provocar o cancro)5 . As pessoas que não fumam podem também podem desenvolver cancro do pulmão uma vez que estão expostas ao fumo do tabaco de uma forma regular, aumentando o risco entre 20 a 30% 6.

Em Portugal, o tabaco contribui para uma morte a cada 50 minutos7 .

Alem do tabaco existem ainda outros fatores responsáveis pelo cancro do Pulmão como por exemplo:

  • A genética, ou seja, através de mutações de genes de origem familiar ou ambiental
  • Exposição a químicos industriais: arsénio, urânio, berílio, cloreto de vinilo, cromato de níquel, produtos de carvão, gás mostarda, éteres clorometílicos, gasolina e fumos do tubo de escape.
  • Poluição Atmosférica

O que fazer?

O mais importante é consultar um medico, especialmente se fuma ou está exposto a um dos fatores de risco acima referidos. E se fuma, deixar de o fazer imediatamente.

Na consulta, o seu médico irá perceber os seus hábitos tabágicos e evolução dos sintomas. Após um exame físico, irá realizar um RX do Tórax e outros exames necessários, como a TAC (tomografia axial computorizada) torácica, que permite observar os pulmões e outros órgãos vizinhos torácicos .

Só assim é possível saber como está a saúde dos seus pulmões.